conecte-se conosco


Pets

Adoção de animais resgatados após rompimento da barragem de Fundão

21 animais estão disponíveis para serem adorados, e processo pode ser feito de forma remota durante a pandemia

Publicado em

Foto: divulgação

19 cães e duas gatas que foram resgatados após o rompimento da barragem de Fundão, em 2015, estão disponíveis para adoção. Todos eles estão castrados, vermifugados e com todos os exames e vacinas em dia, inclusive a de leishmaniose. Esses animais estão sob os cuidados do programa de Assistência aos Animais da Fundação Renova na Fazenda Asa Branca, no distrito de Camargos (Mariana).

Os eventos de adoção e as visitas ao Centro de Acolhimento Temporário de Animais (Cata) foram suspensos em função do novo coronavírus. Como alternativa, o programa de Assistência aos Animais está realizando atendimentos à distância, e há a possibilidade de entregar o animal à pessoa que o adotar sendo programado de acordo com a localidade. Entenda a seguir como é realizado esse processo.

Clique aqui e conheça os animais disponíveis para adoção

A pessoa interessada deve entrar em contato pelo número (31) 97112-3867 (ligação ou whats App) ou pelo e-mail [email protected] para iniciar a intermediação, podendo receber mais imagens e informações sobre o animal, conforme a necessidade de cada caso, além das orientações sobre o processo de adoção e sobre os animais em questão.

leia também:  Amor pela vida: em São Gabriel, pets estão ganhando cada vez mais um espaço importante nas famílias

O passo seguinte é a realização de uma entrevista online, por aplicativos como Google Meet ou Zoom, para que a equipe entenda melhor o perfil buscado pela pessoa e se ela tem disponibilidade de receber o animal.

“A ideia é mostrar algo mais ‘real’ e aproximado, para a pessoa ter acesso de fato a esse animal, a como ele se porta e com o que está acostumado, por exemplo. Cada animal tem uma particularidade em suas atividades. Caso a pessoa mantenha esse interesse, podemos passar para o processo de adoção”, explica Luciana Sales, da equipe de assistência aos animais da Fundação Renova.

Outro cuidado do programa de Assistência aos Animais é a sensibilização/conscientização do tutor. Antes da adoção, a pessoa interessada recebe também a cartilha sobre guarda responsável e bem-estar animal preparada pelo programa, que descreve o cenário ideal para o seu dia a dia. A partir daí, documentos como o termo de adoção e responsabilidade são oficializados.

Depois, é feito o agendamento da entrega do animal pela Fundação Renova. “Inicialmente, o processo é mais facilitado para a região de Mariana. Para outras, avaliamos se é possível encaminhar o animal neste momento ou posteriormente, em um cenário mais tranquilo. Vale ressaltar que tomamos todos os cuidados cabíveis seguindo todo protocolo de segurança diante do enfrentamento ao COVID, tanto na intermediação quanto na entrega do animal. Então, a equipe que levará o animal e a família que vai recebê-lo deve estar ciente de todas as condições para minimizar qualquer tipo de risco ou exposição”, destaca Luciana.

leia também:  Campanha de Adoção de animais resgatados segue durante pandemia

Requisitos

Para adotar, é necessário ser maior de idade e estar disposto(a) a oferecer muito amor e qualidade de vida para esses animais. Essas e outras informações a respeito do bem-estar animal você encontra na Cartilha Guarda Responsável.

 

Fonte: Fundação renova

Pets

Lei proíbe uso de animais em testes no Espírito Santo

Está proibida, no Espírito Santo, a utilização de animais para desenvolvimento, experimentos e testes de produtos cosméticos, higiene pessoal, perfumes, limpeza e seus componentes. A norma está prevista na Lei 11.325, da deputada Janete de Sá (PMN), originária do Projeto de Lei (PL) 233/2021, e foi publicada no Diário Oficial do Estado (DIO/ES) na última terça-feira (13).

A lei prevê punições para quem desrespeitar a regra. Para instituições, a multa é de 50 mil Valores de Referência do Tesouro Estadual (VRTEs), o equivalente a cerca de R$ 180 mil por cada animal utilizado em experimentos, penalidade que será dobrada em caso de reincidência. Já o profissional envolvido terá de desembolsar quase R$ 7,3 mil (2 mil VRTEs), multa que também será dobrada para quem persistir na infração.

Conforme o texto, os valores arrecadados poderão ser destinados para custeio das ações, publicações e conscientização da população sobre a guarda responsável e os direitos dos animais ou também direcionado para instituições, abrigos ou santuários de animais. Os recursos poderão ainda ser investidos em programas estaduais de controle populacional por meio da esterilização cirúrgica dos animais e outros programas que visem à proteção e ao bem-estar dos animais.

leia também:  Solidariedade: Ainda dá tempo de doar e ajudar a SOS Animais de São Gabriel

Outra medida prevista na lei é o incentivo, por parte do Poder Executivo, isoladamente ou em regime de cooperação com instituições públicas, ou particulares, para realização de pesquisas científicas e tecnológicas com objetivo de substituir o uso de animais por alternativas éticas que assegurem confiabilidade nos resultados.

Conforme o texto, a fiscalização da lei e a aplicação das multas decorrentes de sua infração ficarão a cargo dos órgãos competentes da administração pública estadual.

Visualizar

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!!

INFORMATIVO

Chat aberto
1
Precisa de nossa ajuda ?
Olá, nós do ES1 podemos te ajudar de alguma forma